Todos os posts sobre Trilhas

02/02/2017Ibitipoca     Trilhas     Turistando     Viagens Ibitipoca, MG – Minha experiência

A pouco tempo compartilhei com vocês a minha experiência em Capitólio, também em Minas Gerais. E hoje eu vim compartilhar com vocês a minha experiência em Ibitipoca. Foram 3 dias lá, e buscamos aproveitar o máximo desse pouco tempo que passamos no segundo paraíso, rs.

O Primeiro dia

A manhã desse dia foi tomada pelo deslocamento. Estávamos em Capitólio, e levamos 6 horas para chegar até Ibitipoca. Devo dizer que o acesso ao local é relativamente difícil, são 23 km de estrada de terra, BEM esburacados. Chegamos no hotel um pouco antes das 14:00. Ficamos no Hotel AlphaVille Chalés. Maravilhoso. A diária custou R$ 300,00 com direito a 2 refeições. O hotel tem uma super estrutura, com restaurante, sala de jogos, área de lazer com duas piscinas e uma vista maravilhosa para a cadeia de montanhas do lugar. Ficamos no chalé “Sanhaço”. Espaço bem simples, mas aconchegante e limpinho. O hotel tem wifi, mas só funciona na área do restaurante/recepção.

Como ficou tarde, o Parque Estadual de Ibitipoca, nosso destino certo, já estava fechado. Fomos então conhecer a cidadezinha de Ibitipoca, que é bem pequena e bem “alternativa”. Achei o clima bem agradável.

Depois ficamos um pouco no hotel e curtimos uma piscininha. À noite comemos na pizzaria Serra Nostra. Foram 3 pizzas e refris diversos por R$ 70,00 o casal (estávamos com mais 2 casais de amigos e 2 crianças). Assista o vlog para ver toda essa experiência junto comigo.

 

O segundo dia

No segundo dia acordamos cedo para podermos explorar o Parque Estadual de Ibitipoca. A entrada custa R$ 20,00 por pessoa nos finais de semana e feriados. Durante a semana é a metade do preço. Existe uma quantidade máxima de pessoas que podem entrar. A entrada fecha às 14:00, atingindo ou não a quantidade máxima de visitantes. Decidimos explorar a maior trilha do local, a da Janela do Céu. E que loucura, menina! Começamos às 9:40, e terminamos quase 17:00!

É uma trilha longa e cansativa, mas rende muitas fotos maneiríssimas e a impagável sensação de superação.

Depois dessa maratona, chegamos ao hotel depois das 18h, mortos e esfomeados. O horário da refeição só ia até às 18, mas conversamos com o responsável que foi super atencioso e solícito. Nos serviu exatamente TUDO o que havia no self service do dia. Enchemos a pança, tomamos um banho e obviamente desmaiamos na cama pra acordar só no dia seguinte. Acompanhem no vídeo.

O terceiro dia

Último dia de viagem de férias, bateu aquela BAD. Eu e Victor retornamos ao Parque Estadual de Ibitipoca, e decidimos fazer o Circuito das Águas, ou o que conseguíssemos devido ao tempo. Nosso check-out era às 15h.

Conhecemos diversas cachoeiras e mirantes magníficos nesse mundo que é o Parque. Passamos pela Ponte de Pedra e paramos na Cachoeira dos Macacos. Foi o que deu pra fazer com o pouco tempo que tínhamos. Hora de voltar pra casa. Acompanhem no vídeo que delícia de dia.

Considerações Finais

O que eu achei da cidade
Achei uma cidade bem tranquila e “alternativa” como eu disse acima. Você vê muita galera jovem e descontraída, mas também vê famílias. É uma cidade bem pequenininha. Tudo nela é voltado para o Parque Estadual, e é basicamente o que você vai fazer caso vá para Ibitipoca.

O que eu achei do hotel
Maravilhoso. Estrutura nota 10 e atendimento eficiente e cordial. O único ponto negativo é o wifi, que só funciona do restaurante/recepção, e funciona muito mal. Mas também né gente, estamos no meio do mato! hahaha!

O que eu recomendo fazer em Ibitipoca
Fazer a trilha da Janela do Céu. Eu sei que parece assustador e cansativo demais para quem não está acostumado a fazer trilhas, mas compensa demais (não pela cachoeira, que é bem “fraca”, mas pela experiência em si).

O que eu recomendo NÃO fazer em Ibitipoca
Não recomendo ir com um carro rebaixado! Hahahaha. Fora isso, nada.

Custos totais da viagem:

  • Combustível: R$250,00 mais ou menos
  • Estadia: R$600,00 (2 diárias)
  • Alimentação: R$216,00
  • Entradas/passeios: R$80,00 (2 dias de Parque Estadual x2)
  • Compras: –

Bom, essa foi a minha experiência em Ibitipoca. Espero que tenham gostado. Um beijão!

Tags:
, ,
Compartilhe
11/02/2016Trilhas     Turistando     Vlogs Aventuras no Carnaval

Neste Carnaval nós não viajamos, ficamos no Rio mesmo. A nossa prima, Fernandinha, e o namorado dela, Cadu, vieram do Espírito Santo pra passar o Carnaval aqui no Rio. Aproveitamos para fazer vários passeios turísticos com eles, que apesar de já terem vindo ao Rio, não conheciam nada.

Fiz um vídeos com os melhores momentos. Ficou muito legal, me senti naqueles vídeos do Jay Alvarrez, hahaha. Olha só:

Cristo Redentor

Começamos visitando o Cristo Redentor, que nós, cariocas da gema, ainda não conhecíamos, acreditam? Hehe. Fomos no sábado, dia 6. Para fazer a visita, temos 3 opções:
1) Van: Você compra o tiket num dos pontos específicos de saída no dia da visita, ou pela internet antecipadamente. Custa R$62,00 em alta temporada.
2) Trenzinho: Você sobe de carro até metade do caminho, e para num estacionamento. Daquele ponto em diante, somente a van da empresa passa. Perto dali sai o trenzinho, que custa em média R$70,00, e também pode ser comprado antecipadamente pela internet. Essa opção reúne mais gringos e é mais cheio.
3) Trilha: Você consegue subir através de uma trilha de 2:30 que começa no Parque Lage.

Cristo Redentor Cristo Redentor

 

Parque Lage

Depois do Cristo, fomos direto conhecer o Parque Lage, famoso graças ao clipe do Snoop Dogg com Pharrell Williams. Com entrada gratuita, trata-se de um antigo engenho de açúcar, e hoje é tombado.
A área é enorme, e não se restringe apenas aquele casarão com piscina no meio. Tem muito verde, grutas e lagos, perfeitos para fotografar.

 

Morro da Urca

No dia seguinte fomos visitar o Morro da Urca / Pão de Açúcar. Fomos de trilha pela nonagésima vez, mas os capixabas adoraram, rsrs.
Acabamos não tirando fotos lá… Para visitar o Pão de Açúcar, você tem 2 opções:
1)  Bondinho – Você vai até a Praia Vermelha (tem estacionamento, mas lota bem cedo, então se for de carro, achegue até às 9h), o Bondinho sai de lá. Custa R$71,00 para adultos, e você também pode comprar online.
2) Trilha – Você entra na Pista Claudio Coutinho, a trilha começa por lá. É cansativa, mas super fácil, não tem erro. Está sempre em manutenção e melhora a cada ida minha lá. Se você subir de trilha, você pode descer de bondinho pagando R$20,00. Se for descer antes das 16:00, você tem que comprar o bilhete lá em baixo, mas após as 16:00 a bilheteria lá de cima já abre.

 

Maracanã

Fomos ao Maracanã direto do Morro da Urca. Eu fiz essa visita quando eu era muito pequena, num passeio da escola, mas não lembrava quase de nada. Para chegar lá você pode ir de Metrô e descer na estação Maracanã entrando pela acesso A1, ou ir de carro que lá dentro tem estacionamento no portão 2. O ingresso custa R$40,00 a inteira. Você pode acompanhar a visita guiada ou ir por conta própria, mas a guiada é tão rápida que você pode fazer os dois.
Lá dentro você pode tirar fotos e filmar à vontade, e pode entrar no vestiário, no campo (laterais) e na arquibancada. Pode até bater uma bolinha no fundo do campo (tem no vídeo). Bem legal.

 

Pedra Bonita (Rampa e trilha)

Na segunda não fizemos nada demais, fomos somente a praia. Já na terça, fomos visitar a Pedra Bonita, minha trilha favorita da vida. Mostramos aos primos a rampa de vôo livre e logo depois fizemos a trilha. Dica de ouro se você for lá: leve repelente! Quase fomos carregados, e eu estou até agora cheia de calombos nas pernas, afffs.
Você consegue chegar lá de carro pelo Alto da Boa Vista ou por São Conrado. Também dá pra subir de ônibus, mas eu não sei ao certo qual é e onde pegar. Bom, como usual, você deve chegar cedo lá para conseguir estacionar lá em cima. Se não, você vai parar no estacionamento lá em baixo, e a trilha que levaria 30 minutos vai levar 1 hora e vai te cansar muito mais. A trilha em si é bem tranquila, mas é um pouco longa. Se você for num ritmo tranquilo chega numa boa.

 

Vista Chinesa

Por último fomos na Vista Chinesa. O acesso também é pelo Alto da Boa Vista, mas aqui é só de carro ou bike. A vista de lá também é sensacional, linda demais! Mas como o espaço é pequeno, pode ser que fique um pouco cheio, então uma foto que ficaria maravilhosa fica estranha, com monte de intrusos, rsrs.

 

Fechamos tudo com uma praia. E esse foi meu carnaval.

 

Qualquer dúvida sobre os passeios que citei, pode me perguntar. Espero que tenham gostado, meus amores!

 

Tags:
, , ,
Compartilhe
15/12/2015Trilhas     Turistando     Viagens     Vlogs Vlog – Fim de Semana em Arraial do Cabo

Oie!

Victor e eu fomos convidados pelos nossos amigos Gláucio e Joyce para passarmos o fim de semana em Arraial do Cabo. Eu nunca havia ido, apesar de ter passado pela Praia Grande, então aceitamos com a maior felicidade o convite. Fomos neste fim de semana, e foi mara!

O lugar é a coisa mais lindaaa, a água é transparentíssima, que dá até raiva, hahaha. Relaxar numa água dessas é a melhor coisa que existe, acaba com todo estresse e renova as forças.

Nosso medo maior era da água, que tem fama de ser congelante. Mas não, não tava nem um pouco gelada. Pelo contrário, estava perfeita! E eu que sou quase uma sereia, não saía mais de dentro da água.

Assista ao vlog, editei com o maior carinho, ficou muito legal!

Tiramos muitas fotos também, uma mais linda que a outra. Se você clicar, vai ampliar.

E então, é o paraíso ou não é? Hahahaha

Tags:
, , , ,
Compartilhe